O hambúrguer é o prato preferido de muitas pessoas. Além de ser muito saboroso, pode ter inúmeras variações para agradar a todos os paladares e, embora o pão, os molhos e os outros ingredientes do sanduíche sejam importantes, o que deve brilhar em um bom hambúrguer é o blend de carnes. Afinal, ele é a estrela do prato, responsável por boa parte do sabor do lanche.

O que é um Blend de carnes?

Talvez você nunca tenha ouvido essa expressão, mas o blend de carne é muito comum na culinária, e nada mais é do que uma mistura entre diferentes cortes de carne. Antigamente, as hamburguerias tradicionais utilizavam apenas um corte para fazer os hambúrgueres, como patinho ou coxão mole, por exemplo. Entretanto, com o tempo, foram testados novos tipos de hambúrgueres com carnes misturadas e descobriu-se que o blend garante um sabor inigualável para o seu lanche, visto que mistura cortes com sabores e características diferentes. O resultado agradou ao público e foi imediatamente incorporado às hamburguerias artesanais e gourmets.

Como fazer um blend de carne perfeito?

Aqui na Yellow House Burger nós encontramos nossa fórmula ideal para a composição de um hambúrguer delicioso que combina perfeitamente com os demais ingredientes do lanche. Nosso fornecedor de carne prepara o blend e a moagem da carne de acordo com todos os requisitos, com  exclusividade para a  Yellow House.  Não vamos revelar a nossa receita, mas aqui vão alguns passos que garantem a qualidade do nosso hambúrguer:

Manter a gordura na carne

Para um blend saboroso e suculento, o primeiro segredo é manter a gordura na carne. O mínimo recomendável é uma proporção de 15% de gordura em relação ao peso total do blend. Mas embora a gordura seja essencial, uma quantidade de 20% é o ideal e mais que isso pode tornar o blend muito gorduroso e desagradável.

Cuidados na hora de moer

Parece ser um detalhe, mas, para um blend perfeito, existe uma forma correta de moer a carne. Para garantir sabor e textura perfeitos, é preciso moer a carne fresca (nunca congelada), picada em cubos e junto com a gordura. Essa é uma forma de criar artificialmente uma carne parecida com a do Kobe Beef, uma das mais apreciadas do mundo e conhecida por seu processo de marmorização (ter gordura entremeada naturalmente na carne).

Exclusivamente carne e gordura

Algumas pessoas acreditam que é preciso misturar outros ingredientes à carne, como ovos ou sopa de cebola. No entanto, isso não faz parte do processo ideal. Até mesmo ingredientes como sal, pimenta e outros temperos também não devem ser adicionados nesse momento. O blend perfeito leva apenas carne e gordura na proporção correta.

O Tempero

Nosso hambúrguer é temperado somente depois de ir ao fogo, para não absorver a água da carne e alterae a textura e sabor do produto. Então, preaqueça o local em que grelhará a carne e, assim que colocar o hambúrguer, coloque sal sobre o blend.

Quais as melhores carnes para fazer um blend?

As carnes da parte dianteira são mais duras, mas também mais saborosas, enquanto as traseiras são mais macias e têm a função de deixar o blend com uma boa textura. Da parte dianteira do boi, as mais usadas para hambúrguer são acém, peito, pescoço e costela gaúcha. Já da parte traseira, geralmente, utiliza-se patinho, coxão duro, fraldinha ou alcatra. Quanto às gorduras, pode-se optar por peito, costela ou vazio.

  • Peito bovino
    O peito bovino é uma das carnes mais utilizadas para blends de hambúrguer, por ser um corte barato, mas também de qualidade. Pode ser utilizado tanto como carne principal do blend, mas também como gordura, já que tem uma parte gorda, que pode ser separada para compor a mistura.
  • Fraldinha
    A fraldinha pode ser considerada um corte de segunda, mas, ainda assim, é bastante utilizado para fazer hambúrgueres, já que apresenta um excelente custo-benefício. Por ser uma carne da parte traseira do boi, ela é bastante macia, adicionando uma boa textura ao blend.
  • Miolo de Acém
    O acém é uma das carnes mais utilizadas nos blends de hambúrgueres, possivelmente por ter um sabor mais acentuado que outros cortes do mesmo valor. Além disso, o miolo de acém funciona muito bem combinado com outras carnes, formando uma excelente harmonização para a mistura.
  • Coxão Duro
    O coxão duro é um corte que, por estar próximo à picanha, tem suas semelhanças com a carne mais nobre. Entretanto, é bem mais barato, o que gera um excelente custo-benefício para a preparação de hambúrgueres. Componha seu blend com coxão duro sem medo de errar.